Para o planejamento do grande dia os noivos têm algumas definições de detalhes importantes e, dentre eles , um dos mais importantes é a Lista dos convidados.
É com base nessa lista e no budget definido que o casal vai procurar locais, buffets e etc.
Esta tarefa pode ser uma delicia, mas também pode gerar grandes desconfortos.
Os pais dos noivos querem convidar aquele parente que você viu quando era criança, têm aqueles grupos onde quem convida um tem que convidar todos, têm os convidados que querem convidar e muito mais.
Mas na verdade, quem deve decidir os convidados são os noivos, e ninguém mais. E por isto a lista precisa ser feita com muita calma e objetividade.

Pensando nisto, elencamos algumas dicas que poderão auxiliar os noivos para estas escolhas:

Para começar, faça uma lista completa de todos os conhecidos, amigos, e parentes quem vocês gostariam de convidar. Comece a montar a lista levando em consideração estes pontos:

  • Defina um número de convidados: divida a lista de convidados em três partes. Um terço deve ser sua família, um terço a família do noivo e um terço para amigos dos dois lados.
  • Convidados solteiros: tenha em mente que se você convidar amigos solteiros provavelmente eles poderão levar alguém e seria muito indelicado pedir que não o fizesse, portanto, conte esta pessoa na sua lista.
  • Crianças também contam: a maioria dos buffets contam como pagantes crianças à partir de 7 anos, portanto, não esqueça de listar as crianças que você tem certeza que irão.
  • Margem de segurança: considere uma média de 10% a 20% de convidados que não irão no casamento. Com isto, a lista pode ser um pouco maior.

 

Caso a lista fique maior que o imaginado, use alguns critérios de para exclusão:

  • Amigos e parentes distantes: pessoas que vocês não encontram há tempos e conversam apenas algumas vezes para saber se está tudo bem.
  • Amigos de terceiros: a amiga da sua mãe, que você quase nunca vê (mas que sua mãe adoraria convidar) não precisa tirar o lugar de alguém que seja importante para você.
  • Amigos virtuais: é comum fazermos amizade por meio das redes sociais, mas isso não significa que você precisa convida-los para o casamento. Vizinhos e Colegas de
  • Trabalho: se forem amigos próximos, não tem problema convidá-los. Devem ser amigos que fazem parte da vida social do casal.

 

Esperamos que depois dessas dicas, você consiga montar a sua lista de convidados do casamento sem stress e preocupações.